Notícias
Negócios, inovação, sofisticação e muito design marcam 47ª edição da Vitoria Stone Fair
18 de Fevereiro de 2019 . 10h04
Negócios, inovação, sofisticação e muito design marcam 47ª edição da Vitoria Stone Fair
Durante seus quatro dias, a Vitoria Stone Fair movimentou o mercado global de rochas ornamentais, ao abrir o calendário mundial de feiras do setor, antecipando as principais tendências em pedras naturais, novas tecnologias e design. Cerca de 300 empresas do Brasil e mais 8 países apresentaram seus produtos para o mercado. Força motriz no auxílio das exportações de rochas, o evento transmitiu sua capacidade de negócios para alavancar a economia.

Para o presidente do Sindirochas, Tales Machado, 2019 começou com números animadores nas exportações de rochas ornamentais. Ele afirma que a Vitoria Stone Fair traz boas expectativas para o resto do ano. “O retorno para fevereiro, seu mês de origem, foi importante por manter a feira como a primeira oferta do mercado mundial. Um novo conceito de apresentação dos estandes, com maior foco na aplicabilidade das rochas trouxe ao ambiente da feira mais beleza e aconchego, alinhado à riqueza de detalhes e cuidados na sua concepção. Este ano, mais uma vez, houve o lançamento de diversos materiais, em torno de 40, confirmando a diversidade geológica do Brasil. A expectativa para o próximo ano é grande”.

No mês de janeiro, o Brasil comercializou mais de US$ 70 milhões e a maior participação de chapas e produtos acabados no total exportado puxou positivamente o faturamento mensal do país.

Nesse cenário, onde o Espírito Santo se consolida pela qualidade de seus materiais, empresas e compradores encontram na feira de Vitória, um termômetro para as vendas. A empresa Monte Negro Granitos teve todas as suas expectativas superadas já no primeiro dia de feira. O lançamento do quartzito Blue Nebula conquistou compradores de diversos lugares e bateu recorde de vendas. “Separamos esse lançamento para a Vitoria Stone Fair. Agora, estamos recebendo pedidos, pois todo o material exposto na feira foi comercializado”, comemora a gerente comercial Carla Rodrigues.

Os ventos positivos também passaram pela Pedra do Frade, de Rio Novo do Sul. O CEO Saimom Fiori afirmou que o evento trouxe uma possibilidade muito grande de novos contatos e compradores internacionais. Com pedreiras próprias, eles investiram no lançamento do quartzito Blue Tempest, além dos tradicionais da casa: White Eagle, Crystal Tempest e Mascarelo. “Nossos produtos despertaram a atenção dos chineses, inclusive fechamos negócios na feira”, informou Saimom, que tem seus materiais comercializados na América do Sul, Central e Norte, Europa e Ásia.

Quem também comemorou foi a Marbrasa. A coordenadora de marketing, Carol Carvalho comentou que essa edição teve um dos melhores movimentos nos últimos anos, possibilitando assim novos contatos e crescimento nas vendas. A empresa apresentou durante a feira peças de design, como mesas e objetos de decoração, feitos por designers capixabas com os materiais de jazida própria. Destaque para o granito Preto São Gabriel, que possui vários acabamentos. “Nós exportamos nossos produtos para vários lugares do mundo como China, Estados Unidos, Europa e Canadá. A feira nos agrega muito nessa parceria e esse ano não foi diferente”, destacou.

A feira também foi estratégica para a Quartzblue. Lara Secchin, diretora financeira, creditou o sucesso da empresa na feira aos materiais apresentados. “Separamos seis lançamentos exclusivos para a Vitoria Stone Fair e acredito que essas novidades contribuíram muito para o nosso resultado positivo”, ressaltou. Entre os lançamentos da Quartzblue estão o quartzito Fayrus, o cristal de quartzo translúcido Harpia Crystal e o quartzito Perla Venata.

O gerente de exportação da Margramar, Madson Hora, elogiou o público qualificado do evento, que favoreceu a geração de negócios. “Observei que este ano as empresas investiram na apresentação diferenciada das pedras em seus estandes, o que tornou o evento ainda mais bonito e atraiu um público mais disposto a fechar negócios. Nesta edição tivemos excelentes resultados comerciais, principalmente com clientes da Europa”, pontuou.

O empresário ressaltou, ainda, que a exposição Brazilian Stones Original Design, promovida pela Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais (Abirochas) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), atraiu o principal público-alvo das indústrias, que são os especificadores, o que também contribuiu para elevar o nível da feira em 2019.

Projetos especiais movimentaram a feira
A Vitoria Stone Fair também foi marcada pela intensificação da aproximação com os especificadores de materiais, evidenciada pelos diversos projetos que fizeram parte da programação do evento.

A maratona de arquitetura e design Archathon reuniu mais de 70 profissionais de 8 estados brasileiros, que, durante os quatros dias da feira, desenvolveram projetos com o uso das rochas naturais.

Outra ação que movimentou o evento foi a segunda edição da exposição Brazilian Stones Original Design, promovida pela Abirochas em parceria com a Apex-Brasil, que aconteceu no mesmo espaço do projeto Stone Collection.

No espaço, de mais de 250 metros quadrados, a mostra reuniu de mesas, bancos e fruteiras, criados por 16 designers renomados no país, até obras de artistas consagrados. A transformação de materiais brutos, como granitos, mármores e quartzitos, em peças de exposição e obras de arte surpreendeu e encantou os visitantes.

“O design e a arte são as melhores formas de agregar valor ao setor de rochas e apresentar toda a leveza e versatilidade que uma pedra pode adquirir”, destacou Vivian Coser, arquiteta e curadora da Brazilian Stones Original Design.

Da mostra de design realizada na Vitoria Stone Fair essas peças serão expostas em outros países ou chegam para a venda em lojas conceituadas de decoração.

SINDIROCHAS


E-mail: sindirochas@sindirochas.com.br
Fone: (28) 3521-6144
Mais Informações