Notícias
Sindirochas participa da assinatura de contrato para monitoramento logístico de rochas no Espírito Santo
02 de Março de 2018 . 08h45
Sindirochas participa da assinatura de contrato para monitoramento logístico de rochas no Espírito Santo
Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) e do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), realizará monitoramento para reduzir acidentes

Com o objetivo de reduzir os acidentes de trânsito envolvendo transporte de blocos e chapas serradas de rochas ornamentais, o Governo do Estado do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) e do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), assinou, nesta quarta-feira (01), o contrato com a Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (FEPESE), instituição de apoio à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) para desenvolvimento de estudos e pesquisas aplicadas sobre acidentes de trânsito e suas causas no Estado do Espírito Santo, com vistas à implantação do Programa voluntário de monitoramento logístico de rochas ornamentais e do observatório de registro de informações.

De acordo com o diretor-geral do Detran|ES, Romeu Scheibe Neto, o monitoramento logístico permitirá ao Estado transformar o cenário da acidentalidade com o segmento de rochas ornamentais desenvolvendo um projeto customizado à nossa realidade. “A elaboração desses estudos e de um Observatório permitirá melhor diálogo com todas as áreas responsáveis pela logística viária. Desta forma poderemos prover aos órgãos fiscalizadores do trânsito informações qualificadas para melhor atuação e defesa da vida e assim facilitar a vida de quem está certo e dificultar para quem está errado, o que acredito que possibilitará a redução de acidentalidade”, concluiu.

O presidente do Sindicato da Indústria de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Espírito Santo (Sindirochas-ES), Tales Machado, reforçou a importância do projeto para o setor, que tem participação em 10 % do PIB capixaba e está presente em 78 municípios do Estado. “A assinatura desse projeto vai contribuir com a competitividade no setor de rochas ornamentais capixaba, ele vai incentivar as empresas que ainda não atuam na regularidade para se adequar”.

O Doutor e professor Flávio Demori, do Laboratório de Transportes da UFSC (Labtrans, comentou sobre os benefícios dessa parceria. “Esses estudos e monitoramentos permitirão posteriormente implantar e especificar o corredor eletrônico de fiscalização que possibilitará coleta de informações em tempo real, permitindo assim uma melhor integração das informações sobre acidentes de trânsito e suas causas”.

Em outubro do ano passado, Romeu Scheibe Neto, juntamente com os representantes do segmento de blocos e chapas serradas de rochas ornamentais e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento do Espírito Santo, realizou uma visita técnica à Universidade Federal de Santa Catarina, onde conheceu soluções tecnológicas que, uma vez implantadas, ajudarão no combate do transporte irregular de rochas ornamentais, permitindo uma ação mais efetiva da fiscalização do excesso de peso transportado.

Vale lembrar que o Detran|ES, o Sindirochas Espírito Santo, o Centro Tecnológico do Mármore e Granito (Cetemag), a Associação Nacional dos Organismos de Inspeção (ANGIS) e o Sest/Senat realizaram uma ‘força-tarefa’ no ano passado, a fim de promover a regularização dos condutores e veículos que fazem o transporte de rochas nas rodovias do Estado.

Já o professor e presidente da FAPESE, Mauro dos Santos Fiuza, comentou o pioneirismo do projeto. “O Espírito Santo será o pioneiro nesse tipo de trabalho e será referência para os outros Estados”, destacou.

Texto: Detran

SINDIROCHAS


E-mail: sindirochas@sindirochas.com.br
Fone: (28) 3521-6144
Mais Informações