Compartilhamento de experiências entre empresários do setor de rochas reúne mais de 500 na estreia do Stone Summit - Sindirochas Espírito Santo
Fale Conosco     Área do Associado
Notícias
Compartilhamento de experiências entre empresários do setor de rochas reúne mais de 500 na estreia do Stone Summit
25 de Junho de 2020 . 09h34
Compartilhamento de experiências entre empresários do setor de rochas reúne mais de 500 na estreia do Stone Summit
O setor de rochas ornamentais revelou que tem trabalhado unido para passar por todos os desafios impostos pela pandemia do novo coronavírus, que tem afetado mercados ao redor do mundo. Neste contexto, de ‘juntos somos mais fortes’, nasceu o Stone Summit, projeto com foco em conectar as empresas e acomodar negócios dentro do que é considerado o ‘novo normal’.

Mais de 500 pessoas assistiram simultaneamente ao episódio de estreia, realizado nesta quarta-feira, 24 de junho, com transmissão ao vivo pelo YouTube. Quatro importantes exportadores de rochas foram convidados a apresentar seus pontos de vista sobre exportação de blocos e chapas, mercado internacional e especificadores. Adriano Alves (diretor da Vitoria Stone Group), Gonsalo Machado (diretor comercial da Magban); Gustavo Probst (diretor comercial da Decolores) e John Lucas Thomazini (CEO da Gramazini) trocaram experiências e pontos de vista distintos (por que não?) com base nos dados de exportação fornecido pelo BI Centrorochas, um sistema desenvolvido com o objetivo de auxiliar no processo de decisão das empresas no mercado internacional.

A mediação do evento ficou a cargo do presidente do Centrochas, Frederico Robison, e da diretora da Milanez & Milaneze, Flávia Milanez. Eles conduziram os debates diretamente de um estúdio montado no FindesLab, espaço de tecnologia e inovação da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes). O espaço foi montado seguindo todas as normas de saúde e segurança. O presidente da Findes, Léo de Castro, fez a abertura do evento e destacou a importância de o setor debater o pós pandemia. “A pandemia está afetando todos os setores, mas vai passar. Precisamos justamente nos preparar para o dia seguinte, para que a gente possa superar este momento e sair em melhores condições de competitividade”, destacou.

Participando de forma virtual, o presidente do Sindirochas, Tales Machado, fez um panorama geral do setor e destacou otimismo com uma retomada gradual das exportações até o final do ano. “Os mercados externos estão em processo de retomada, saindo da pandemia. Nota-se ainda muita incerteza, mas já começou a aparecer expectativa de bons resultados em junho. Apesar disso, os números finais do ano ficarão abaixo daqueles obtidos no ano passado. Mas o setor está passando por tudo e trabalhando para minimizar os impactos”.

Negócios e inovação também combinam com solidariedade e durante a live, os participantes tiveram acesso a um QR code para doações à Rochativa, braço social do setor de rochas. Aliás, um dos assuntos debatidos foi a mudança de comportamento em clientes internacionais que têm questionado sobre as contribuições das empresas, e até do país, para com a sociedade em que elas estão inseridas. Esse e outros assuntos podem ser conferidos no vídeo completo da live, disponível no canal do YouTube do Stone Summit.

Foram vários os temas debatidos ao longo do evento: processo de vendas, variação do câmbio, crédito, diversificação de mercado e futuro do setor. Entre vários pontos levantados, John Thomazini destacou que os números mostram o poder de adaptação do segmento. “Para atuar nesse novo cenário acredito na importância de se investir em tecnologia, mas sem perder o contato real que é primordial para valorização dos nossos produtos. É o momento de tentar estar perto, mesmo estando longe”.


Gustavo Probst reforçou a importância do momento presente. “Essa pausa momentânea que a pandemia causou nos deu tempo de organizar, tirar os projetos que estavam na gaveta, rever processos na empresa e investir em deixar o estoque preparado para o momento de retomada”.

Adriano reforçou sobre a importância do uso da tecnologia nas relações comerciais. “Não tem como a gente deixar de apostar no e-commerce. Acredito que este processo de pandemia deve acelerar processos de mudança, principalmente com a dificuldade das inspeções presenciais. A análise prévia da ficha técnica do produto deve entrar na rotina para a tomada de decisão de compra. Será mais um processo na aproximação entre o produtor e o cliente final”.

Gonsalo Machado frisou que a pandemia trouxe o desafio de criar novas alternativas. “Esse momento nos ensinou que para estarmos saudáveis, precisamos ter um vizinho saudável. É hora de não olharmos o vizinho como inimigo, mas alguém que precisa estar forte para que nós também estejamos fortes. Vamos juntos caminhar com equilíbrio e segurança”.

No encerramento do evento, o presidente do Centrorochas, Frederico Robison, enfatizou sobre a importância da união das entidades e empresas em prol do setor. "O setor de rochas tem se adaptado e trabalhado para minimizar os impactos desta pandemia. A melhor ferramenta do segmento é a comunicação entre os empresários”, destacou.

A data e tema do segundo episódio do Stone Summit serão divulgados em breve. O projeto é uma iniciativa da Milanez & Milaneze, realizadora das Feiras do Mármore e Granito, juntamente com as entidades setoriais Sindirochas e Centrorochas e conta com apoio do Cetemag, Rochativa, Simagran CE, SinRochas MG e Revista Rochas. Esta primeira edição contou ainda com apoio da Findes e do FindesLab.

Confira aqui a íntegra o vídeo do episódio 01 do Stone Summit.