Medidas de prevenção proporcionam continuidade das operações empresariais - Sindirochas Espírito Santo
Fale Conosco     Área do Associado
Notícias
Medidas de prevenção proporcionam continuidade das operações empresariais
17 de Junho de 2020 . 09h22
Medidas de prevenção proporcionam continuidade das operações empresariais
A importância dos protocolos de enfrentamento à Covid-19 para continuidade das operações no setor de rochas foi tema da live organizada pelo Sindirochas, Centrorochas e Findes, nesta terça-feira, 16 de junho.

O engenheiro de segurança do trabalho do Sesi/ES, Thiago Louzada, e o assessor jurídico do Sindirochas e especialista em Direito da Economia e da Empresa, Henrique Nelson Ferreira, esclareceram sobre a importância de garantir a efetividade dos protocolos adotados para a prevenção do contágio e transmissão da Covid-19, além das ações essenciais para que as empresas se mantenham em funcionamento e evitem problemas futuros.

Segundo Thiago, antes de elaborar um protocolo, é importante que a empresa entenda que ele envolve duas partes ou mais. “É essencial que exista uma boa divulgação e, principalmente, entendimento das partes envolvidas. Sem esse entendimento, o protocolo não é efetivo”, explica e complementa que um plano de enfrentamento ao coronavírus deve garantir a efetividade dos protocolos como prevenção ao contágio da doença para evitar problemas futuros e manter o funcionamento da empresa.

O essencial é que cada empregador entenda bem sobre o funcionamento diário de seu negócio para criar seus próprios protocolos. Os tipos mais comuns são: protocolo de entrada na empresa, utilização de veículos, refeição e refeitórios, limpeza de ambientes gerais, banheiros e vestiários, reuniões e viagens, trabalho remoto e teletrabalho e protocolo para grupo de risco.

O advogado Henrique Nelson reforça a importância do registro formal dos protocolos adotados. “Estamos passando por uma adaptação e essa documentação deve ter anuência do trabalhador, tal como já existe com a documentação de saúde ocupacional”, reforça e completa que essa preocupação com a evidência e controle, é fundamental. “Como fazer, vai depender da peculiaridade de cada empresa”, explica.

A executiva do Centrorochas, Alessandra Bertolani, participou do evento que contou com mediação do executivo do Sindirochas e Centrorochas, Celmo de Freitas, e reuniu cerca de 45 participantes.


Apoio a empresas
O Sesi-ES auxilia as empresas no desenvolvimento dos protocolos. Empresas interessadas devem preencher formulário disponível aqui.