Segundo episódio do Stone Summit explora as oportunidades do mercado americano - Sindirochas Espírito Santo
Fale Conosco     Área do Associado
Notícias
Segundo episódio do Stone Summit explora as oportunidades do mercado americano
17 de Julho de 2020 . 13h45
Segundo episódio do Stone Summit explora as oportunidades do mercado americano
Dando continuidade à série de lives do projeto, o próximo episódio terá como pauta o principal mercado para as empresas exportadoras de rochas ornamentais no Brasil

No primeiro semestre de 2020, quase 60% das exportações brasileiras de rochas ornamentais tiveram como destino os Estados Unidos. Já no Espírito Santo, Estado responsável pela maior parte das exportações, cerca de 68% são destinadas aos EUA. Tendo em vista a relevância desse mercado para o setor de rochas no Brasil, o projeto Stone Summit realizará seu segundo episódio, no dia 22 de julho, às 16h, com o tema: O setor de rochas ornamentais brasileiro e o mercado dos EUA.

Nesta edição, os convidados são representantes de grandes empresas, profissionais com experiência e conhecimento específico em negociação e compra de materiais para os Estados Unidos, que trarão sua visão sobre o panorama atual e as oportunidades para as empresas brasileiras que desejam aperfeiçoar suas estratégias de venda para os EUA.

“O mercado americano é o principal destino das exportações brasileiras de rochas ornamentais, apresentando características que se diferenciam pelos estados e regiões daquele país de dimensões continentais. Ter a oportunidade do contato com alguns dos principais “buyers” americanos é uma excelente oportunidade para os empresários poderem captar informações estratégicas e desenvolverem um planejamento mais direcionado para este mercado”, comenta o presidente do Sindirochas, Tales Machado.

Por tradição, o mercado americano sai na frente no consumo de chapas e produtos acabados, com a utilização das pedras brasileiras em projetos dos mais diversos tamanhos. Na visão do vice-presidente do Centrorochas, Fabio Cruz, entender como os compradores americanos estão se preparando para a retomada do mercado é essencial para todos os exportadores brasileiros de rochas.

“No ano passado, cerca de 78% das chapas de mármores e granitos foram enviadas ao mercado americano que é claramente dividido em dois nichos: o de novas construções, que normalmente absorve os produtos clássicos, e o nicho de reformas, grande consumidor dos materiais exóticos. Com a pandemia, as construções continuaram, ainda que em ritmo menor. No entanto, o mercado de reformas sofreu uma queda brusca”, pontua.

Para todos os profissionais do setor de rochas ornamentais, construção, arquitetura e demais interessados que desejarem participar, as inscrições podem ser feitas através do site www.stonestummit.com.br, ou acessando o link indicado nas redes sociais do projeto. O acesso à live é gratuito, e todos os inscritos receberão por e-mail o link para assistir ao episódio, além de certificado de participação pós-evento.

Sobre o Stone Summit
Com o objetivo de conectar oportunidades e compartilhar informações e dados importantes do mercado de rochas ornamentais, surgiu o projeto Stone Summit, uma iniciativa da Milanez & Milaneze, realizadora das Feiras do Mármore e Granito, juntamente com as entidades setoriais Sindirochas e Centrorochas. Tem apoio do Cetemag, Rochativa, Simagran CE, SinRochas MG e Revista Rochas.

MAIS INFORMAÇÕES
Episódio 2 - O setor de rochas ornamentais brasileiro e o mercado dos EUA: Desafios e oportunidades na visão dos principais buyers americanos
Quando: 22/07, às 16h
Inscrições: www.stonesummit.com.br